[PLANTÃO DE NOTÍCIAS]
CLIQUE PARA FECHAR
Água Clara/MS . 19 de Setembro de 2018
notícias : Água Clara

01/12/2017 as 15h44 / Por ()

Vicente e 'Tupete' são eleitos membros do Diretório Regional do PDT de Mato Grosso do Sul.

Reunião definiu a troca da presidência do PDT. Dagoberto sai e João Leite Shimidt volta ao comando

Imprimir
Divulgação -
- Ocultar Galeria

O vereador Vicente Amaro de Souza Neto participou nesta sexta-feira (01), em Campo Grande, de reunião do PDT onde foi definida a troca da presidência do partido. O deputado federal Dagoberto Nogueira deixará a presidência do PDT e João Leite Shimidt, que já comandou a sigla, voltará ao cargo. O parlamentar assumirá a 1ª vice-presidência e o ex-deputado e ex-petista Antônio Carlos Biffi ficará com a 2ª vice-presidência.

Dagoberto explica que fez acordo com Shimidt para deixar a presidência porque será candidato a reeleição em 2018 e como o partido terá outros nomes na disputa por vagas no Congresso Nacional, estas pessoas poderiam se sentir em desvantagem se o parlamentar ainda tivesse o comando do PDT. “Serei só mais um candidato. Vou continuar fazendo as viagens institucionais e o Shimidt coordena daqui”.

O deputado federal afirma que a meta do PDT para 2018 é eleger seis deputados estaduais, dois federais, além de conquistar o Governo de Mato Grosso do Sul. Shimidt diz que assumirá o partido em busca de alianças para o próximo ano, embora diga que ainda não é o momento de fechar acordos. “Não é o momento de fechar alianças, mas de conversar com os partidos”.

Na ocasião, o vereador Vicente e o prefeito Edvaldo Alves de Queiroz foram eleitos membros do Diretório Regional do PDT de Mato Grosso do Sul.

Presidente de honra – Odilon de Oliveira foi escolhido presidente de hora do partido, cargo que era ocupado por João Leite Shimidt. “Me sinto feliz de já ocupar o posto de presidente de honra, fui muito bem recebido no PDT”.

O juiz federal aposentado afirma que quer ajudar na busca por alianças. “O PDT só não pode fazer alianças com corruptos. Mas, corrupto não é aquele que apenas sofreu acusações, mas aquele que têm provas robustas contra ele”, completou.

Com informações de Campo Grande News

 

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Operação contra tráfico de drogas prende quatro policiais em MS
Em MS, supermercado vende carne estragada pela 2ª vez e dono é levado para delegacia
Pai esfaqueado por filho de 16 anos em MS morre seis dias depois em hospital
Acidente entre caminhão e camionete deixa um morto em rodovia de MS nesta manhã
© Copyright 2012 . Portal Água Clara