[PLANTÃO DE NOTÍCIAS]
CLIQUE PARA FECHAR
Água Clara/MS . 16 de Julho de 2018
notícias : Economia

10/07/2018 as 09h06 / Por (Campo Grande News)

Com altas sucessivas, gás de cozinha já é vendido por até R$ 95 em MS

Imprimir
- Consumidor pode ser encontrado por até R$ 90 na capital do Estado (Foto: Saul Schramm)
- Ocultar Galeria

O botijão de gás de cozinha de 13 kg pode ser encontrado em Mato Grosso do Sul por até R$ 95, de acordo com levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Esse é o valor mais alto registrado desde janeiro deste ano. Até então o produto não passava dos R$ 90, mas apresentou alta de 5,56% em Corumbá – a 419 km de Campo Grande.

O valor é bem acima do preço médio do produto no Estado, que é de R$ 75,68. O estudo foi feito entre os dias 1º e 7 de julho. Conforme a ANP, foram visitadas 115 distribuidoras espalhadas por Campo Grande, Corumbá, Coxim, Corumbá, Coxim, Dourados, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.

Em relação ao botijão de gás mais barato não houve modificação nas últimas três semanas, podendo ser encontrado por R$ 60 no Estado.

O preço médio do produto em Campo Grande foi de R$ 76,44, queda de 0,14% em relação ao último levantamento. Já o botijão mais barato na Capital teve leve alta de 4,29%, subindo de R$ 70 para R$ 73. Por outro lado, o mais caro teve ligeira redução de 2,50%, caindo de R$ 80 para R$ 78.

O menor preço registrado pela ANP neste ano na capital do Estado foi de R$ 66 entre 21 e 27 de janeiro. No Estado, o produto mais barato chegou a custar R$ 58 para o bolso do consumidor.

No início do mês a Petrobras anunciou reajuste de 4,2% no preço do gás de cozinha e informou que o acréscimo se deve à desvalorização do real frente ao dólar, que somente entre março e junho foi de 16% e ao reajuste de 22,9% do preço do GLP no mercado internacional no mesmo período.

No acumulado do ano, o gás de cozinha apresenta aumento de 5,2%, se comparado ao preço praticado em dezembro do ano passado.

O Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liqüefeito de Petróleo) aponta que com o aumento da Petrobras está em 25,45% em relação ao preço praticado no mercado internacional e o preço do GLP empresarial ficará em 57,52% do valor cobrado pelo GLP residencial.

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Salário mínimo aprovado para 2019 cai de R$ 1.002 para R$ 998
Cartórios querem revisão dos valores cobrados pelos serviços em MS
Traficante abandona Jeep carregado com 243 kg de maconha em MS
Prefeituras abrem concursos com salários de até 10,7 mil em MS
© Copyright 2012 . Portal Água Clara