[PLANTÃO DE NOTÍCIAS]
Água Clara/MS . 24 de Fevereiro de 2018
notícias : Notícias

23/01/2018 as 15h48 / Por (JP News)

Macaca é encontrada morta em propriedade rural de Três Lagoas

Imprimir
- Animal foi resgatado na tarde desta terça-feira (23) por equipes da PMA e CCZ - Foto: Divulgação/Assessoria
- Ocultar Galeria

Uma macaca da espécie Bugio foi encontrada morta e com bastante ferimentos por moradores de uma propriedade rural, a aproximadamente 15 quilômetros de Três Lagoas, na região da Ilha Comprida, na tarde desta terça-feira (23). Um deles acionou a Polícia Militar Ambiental (PMA) de Três Lagoas, que foi ao local com uma equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). Segundo a PMA, animais da espécie são comuns na região.

Na propriedade rural, a equipe constatou que o macaco estava com diversas lesões pelo corpo.

“Acreditamos que tenha sido vítima de algum outro animal, pois os ferimentos se assemelham a mordidas. Mesmo assim, principalmente pela quantidade de ferimentos, o animal foi recolhido e levado para o quartel local da PMA para coletarmos amostras de sangue, que serão levadas, dentro de 24 horas, para Campo Grande onde serão analisadas para constatar se há o acometimento por alguma doença, como, por exemplo, a Febre Amarela”, explica o veterinário e coordenador do CCZ, Hugo Nogueira Faria.

“Acreditamos que tenha sido vítima de algum outro animal, pois os ferimentos se assemelham a mordidas. Mesmo assim, principalmente pela quantidade de ferimentos, o animal foi recolhido e levado para o quartel local da PMA para coletarmos amostras de sangue, que serão levadas, dentro de 24 horas, para Campo Grande onde serão analisadas para constatar se há o acometimento por alguma doença, como, por exemplo, a Febre Amarela”, explica o veterinário e coordenador do CCZ, Hugo Nogueira Faria.

Baixo risco

Nogueira deixou claro que a possibilidade de o animal ter contraído a Febre Amarela é muito remota. “Ressaltamos que, os macacos não são os transmissores da doença, por isso não há razão para machucar ou mesmo matá-los”, reforça.

Transmissão

No ciclo silvestre, em áreas florestais, o vetor da febre amarela é principalmente o mosquito Haemagogus. Já no meio urbano, a transmissão se dá por meio do mosquito Aedes aegypti (o mesmo da dengue). Por isso, a equipe do CCZ reforça que os macacos devem ser preservados, pois do mesmo modo que o ser humano é infectado pela doença por meio da picada dos mosquitos, os macacos também são.

 

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Em Três Lagoas, ladrões invadem casa, comem, fazem sexo e até tomam banho antes de fugir
Ex-prefeito em MS tem bens bloqueados por destinar casas populares à família
Caixão cai e corpo de uma das vítimas de acidente de avião fica exposto
Filho mata a mãe com cinco golpes de guidão de bicicleta na cabeça
© Copyright 2012 . Portal Água Clara