[PLANTÃO DE NOTÍCIAS]
CLIQUE PARA FECHAR
Água Clara/MS . 20 de Novembro de 2018
notícias : Notícias

11/07/2018 as 09h42 / Por (G1 )

Morre menina picada por escorpião no quintal de casa em SP

Imprimir
- Yasmin Lemos Campos, de 4 anos, morreu após ser picada por um escorpião no quintal de casa em Cabrália Paulista (Foto: Arquivo pessoal)
- Ocultar Galeria

Yasmin Lemos Campos, de 4 anos, picada por um escorpião no quintal de casa, em Cabrália Paulista (SP), morreu na UPA de Bauru na noite desta terça-feira (10). O corpo de garota é velado no Velório Municipal da cidade. O enterro está marcado para hoje.

A mãe contou que Yasmin estava brincando quando foi picada. Ela levou a filha ao posto de saúde da cidade e, de lá, a menina foi de ambulância ao hospital em Duartina, cidade vizinha.

"Demorou muito, né? Eu estava em Duartina e, ao invés da ambulância de lá levar a gente, ligaram para uma ambulância de Cabrália Paulista. Aí ela teve que sair de Cabrália, para ir a Duartina e só depois me trazer para Bauru", contou Letícia Lemos.

Como o hospital de Duartina não tinha o soro que combate o veneno, a menina precisou ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Bauru. De acordo com a direção da UPA, uma vaga em UTI foi disponibilizada no hospital estadual, mas por causa da gravidade do quadro de saúde, a criança não pôde ser transferida.

O prefeito de Cabrália Paulista, Zequinha Madrigal (PTB), informou à TV TEM por telefone que não entende porquê o Hospital Santa Luzia, de Duartina, não acionou o Samu da cidade, já que envia verba para atender os moradores.

Ele alega também que o hospital demorou pra acionar a ambulância municipal de Cabrália Paulista, porque achou que a injeção de controle seria suficiente.

Já a direção do Hospital Santa Luzia, de Duartina, informou que existe um acordo com as prefeituras determinando que o paciente só pode ser transportado pela ambulância da cidade onde mora. E, por isso, a menina precisou esperar a volta do veículo de Cabrália Paulista para só depois ser levada a Bauru.

O prefeito de Duartina, Aderaldo Pereira de Souza Junior (PP), informou que, apesar do acordo, poderia disponibilizar a ambulância do município, mas que a decisão de chamar a de Cabrália Paulista foi do hospital.

Por outro lado, o provedor hospital, Valdir Medeiros Maximino, reafirmou que seguiu o protocolo assinado com as prefeituras, acionando a ambulância de Cabrália Paulista.

A TV TEM também entrou em contato com o Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde, responsáveis pelo fornecimento e distribuição do soro antiescorpiônico, mas ainda não obteve retorno.

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Dólar abre a semana em alta de 0,60% cotado a R$ 3,7598
VÍDEO: Jacaré é flagrado 'atravessando' faixa de pedestre e entrando em parque
Jovem é torturado durante 12 horas em 'Tribunal do Crime' do PCC antes de ter corpo carbonizado
New York Times aponta a BR-262 como uma das rodovias mais mortais para vida selvagem
© Copyright 2012 . Portal Água Clara