[PLANTÃO DE NOTÍCIAS]
Água Clara/MS . 21 de Fevereiro de 2019
notícias : Polícia

12/06/2018 as 07h48 / Por (Correio do Estado)

Homem que atacava e estuprava mulheres em terreno baldio é preso em Campo Grande

Imprimir
- Faca, corda e camisinhas estavam com o suspeito no momento do flagrante - Foto: Divulgação / Deco
- Ocultar Galeria

Homem de 59 anos foi preso na manhã de hoje por suspeita de assédios sexuais cometidos contra várias mulheres e adolescentes na região do bairro São Jorge da Lagoa, em Campo Grande. 

De acordo com a Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco), o suspeito, morador do bairro Lageado, usava uma motocicleta Shineray para se deslocar pela região e escondia-se em um terreno baldio, sempre na parte da manhã, quando há maior movimento de estudantes na localidade.

O terreno usado por ele fica na rua Porto dos Gaúchos. Quando mulheres e adolescentes passavam pelo local, ele investia contra elas, na maioria das vezes despido ou com o órgão genital a mostra.

O suspeito tentava, a força, fazer com que as vítimas entrassem no terreno baldio, a fim de abusá-las sexualmente. Quando as mulheres resistiam, elas eram intimidadas e perseguidas pelo rapaz, com a motocicleta.

Várias denúncias foram feitas e a Deco passou a investigar o caso. Na manhã de hoje, o suspeito foi flagrado no momento em que saia do terreno. Policiais o abordaram e encontraram com ele uma faca, vários preservativos e uma corda, todos acondicionados na caixa de bagagem da moto.

Entre as vítimas do suspeito, uma mulher de 40 anos relatou à equipe policial que, em dias anteriores, ao passar na frente do terreno durante caminhada, foi surpreendida pelo homem, que a intimidou na tentativa de obrigá-la a entrar em um banheiro abandonado nas proximidades do local. Ao resistir, a mulher foi perseguida e, para evitar o abuso, pegou um tijolo e ameaçou jogar no abusador, que fugiu.

Outra vítima, uma adolescente de 17 anos, relatou que há cerca de um mês, estava a caminho da escola e também foi surpreendida pelo suspeito, que estava nu e a ameaçou para que entrasse no terreno. A jovem correu e gritou por socorro, sendo perseguida pelo homem, que fugiu depois que a vítima conseguiu alertar pessoas que passavam pelo local sobre o caso.

Conforme a Polícia Civil, a ação do suspeito já dura bastante tempo na mesma localidade e muitas testemunhas disseram que não denunciaram o caso por medo ou vergonha.

O suspeito já tem registro criminal por crimes sexuais no estado de São Paulo.

A ocorrência envolvendo a vítima de 40 anos será investigada pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) e a envolvendo a adolescente pela Delegacia Especializada de Atendimento a Infância e Juventude (Depca). O suspeito será conduzido para ambas as delegacias para prestar esclarecimentos.

A Polícia pede que, caso alguma vítima reconheça o suspeito, procure imediatamente uma Delegacia de Polícia Civil para registrar o caso.

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Previdência terá alíquotas progressivas de contribuição
Policiais militares suspeitam de carga e apreendem meia tonelada de cocaína em MS
Justiça manda Sanesul trocar tubulação de água que pode causar câncer em clientes
Veja divulga áudios que contradizem presidente Bolsonaro sobre demissão de Bebianno
© Copyright 2012 . Portal Água Clara