Água Clara/MS . 05 de Dezembro de 2023

notícias : Polícia

16/11/2023 as 14h39 / Por ()

Desentendimento após negociação de imóveis termina com homem assassinado em MS

Vítima levou facada e também foi atingida na cabeça por uma caixa de ferramentas

Imprimir
  • - Polícia Militar em frente ao local onde homem foi encontrado morto. (Foto: O Pantaneiro)
- Ocultar Galeria

Desentendimento após negociação de imóveis, em Anastácio, a 135 km de Campo Grande, terminou com Mario Aguirre, 52 anos, assassinado na terça-feira (13). O corpo foi encontrado no dia seguinte por uma amiga da vítima, mas o caso só foi divulgado nesta quinta-feira. O suspeito, Rogério da Silva Meira, 32 anos, foi preso.

De acordo com as informações apuradas pela reportagem do Campo Grande News, Mario tinha uma casa na área urbana e trocou por uma chácara há cerca de cinco dias. Todos os envolvidos nessa negociação são usuários de drogas e têm ficha criminal.

Segundo uma amiga da vítima, Mario estava arrependido do negócio. Na terça-feira (13), ele foi até a casa antiga com objetivo de pegar umas galinhas. Lá, discutiu com Rogério, que estava morando no local. Foi então que a vítima foi atingida por uma facada e, na sequência, Rogério pegou uma caixa de ferramentas e atingiu a cabeça de Mario. O suspeito e a esposa fugiram do local.

No dia seguinte, a amiga de Mario o encontrou morto na cozinha e acionou as autoridades. Durante buscas, Rogério foi localizado pela Polícia Civil de Anastácio e confessou o crime.

À polícia, ele contou que quando Mario chegou na casa encontrou a mulher só de calcinha em um dos quartos. Mario tentou "pegar" a mulher, momento em que Rogério interveio e eles entraram em luta. Em seguida, ele desferiu a facada e o golpe com a caixa de ferramentas.

Campo Grande News

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Suzano compartilha em vídeo avanços nas obras da sua nova fábrica em Ribas do Rio Pardo (MS)
Alvo da PF, Alexandre Pires tem mansão de 16 milhões e 200 veículos na garagem
MS está entre os 3 estados com melhor ambiente para negócios, segundo ranking de liberdade econômica
7 de cada 10 alunos brasileiros de 15 anos não sabem resolver problemas matemáticos simples
 Copyright 2012 . Portal gua Clara