[PLANTÃO DE NOTÍCIAS]
Água Clara/MS . 21 de Fevereiro de 2019
notícias : Política

08/10/2018 as 08h35 / Por (Campo Grande News)

Votação em MS: 17 flagrantes por crimes eleitorais em 11 cidades

Imprimir
- Carro da Polícia Civil chegando à PF em Campo Grande (Foto: Paulo Francis)
- Ocultar Galeria

A PF (Polícia Federal) registrou 12 presos por crimes eleitorais em oito cidades onde tem sede em Mato Grosso do Sul. O balanço foi divulgado logo após o encerramento da votação, às 17h.

Em Campo Grande, foram três ocorrências – boca de urna, compra de votos e desordem aos trabalhos eleitorais e resistência.

Em Dourados foram dois ilícitos – foto na urna e confusão na seção eleitoral. Também no sul do Estado, Naviraí teve uma ocorrência de transporte irregular de eleitores e Ponta Porã, dois foram detidos por boca de urna.

No oeste de Mato Grosso do Sul, a PF recebeu 1 preso por propaganda irregular. Já em Três Lagoas, a PF registrou três pessoas flagradas fazendo boca de urna – 1 adolescente foi levado para a Delegacia da Infância de Juventude no município, outra pessoa foi detida em Água Clara e a terceira foi presa em Inocência.

Outros casos - Fora da conta da PF, também foram registrados casos em Coxim, Bonito e Bandeirantes.

Na cidade de Coxim, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Flávio Duarte, foi detido ao ser flagrado espalhando santinhos no Jardim Novo Mato Grosso. Ele tentou fugir, mas foi detido e levado para a delegacia.

Em Bonito, 2 pessoas foram levadas à delegacia de Polícia Civil após serem flagradas bebendo em local público, em virtude da “lei seca”, que começou às 3h deste domingo e se estende até às 17h.

Bandeirantes teve 2 casos de boca de urna.

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Previdência terá alíquotas progressivas de contribuição
Policiais militares suspeitam de carga e apreendem meia tonelada de cocaína em MS
Justiça manda Sanesul trocar tubulação de água que pode causar câncer em clientes
Veja divulga áudios que contradizem presidente Bolsonaro sobre demissão de Bebianno
© Copyright 2012 . Portal Água Clara