Água Clara/MS . 05 de Dezembro de 2023

notícias : Política

20/11/2023 as 15h46 / Por ()

Defensores públicos querem R$ 41,8 mil de salário

Proposta prevê equiparação do subsídio dos ministros do Supremo Tribunal Federal, garantido por lei

Imprimir
  • -
- Ocultar Galeria

Começou a tramitar na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei 323/2023 da Defensoria Pública que pede a recomposição do subsídio dos defensores de forma escalonada até 2025. A medida foi aprovada por unanimidade pelo Conselho Superior da Defensoria, no último dia 10.

Conforme a justificativa do texto, a medida é respaldada pela Constituição Federal, que estabelece simetria constitucional entre as carreiras da Defensoria Pública, Magistratura e do Ministério Público com o salário dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).

A Suprema Corte teve reajuste do subsídio promulgado em janeiro deste ano. Vale lembrar que a Assembleia Legislativa aprovou recentemente proposta semelhante do Ministério Público Estadual para a recomposição do subsídio.

“Importa ressaltar que a última atualização salarial semelhante ocorreu em 2018, com o aumento do subsídio dos Ministros do Supremo Tribunal Federal”, considerou o defensor público-geral do Estado, Pedro Paulo Gasparini.

Desta forma, o salário dos defensores será de R$ 41.845,48. A previsão é que o valor seja implementado em parcelas sucessivas, não cumulativas, da seguinte forma: R$ 37.589,95, a partir de 1º de abril de 2023; R$ 39.717,68, a partir de 1º de fevereiro de 2024; e R$ 41.845,48, a partir de 1º de fevereiro de 2025.

Se aprovado, o órgão terá que pagar o valor retroativo deste ano a todos os defensores. Na proposta, não foi detalhado o impacto financeiro no caixa da defensoria até 2025.

Gasparini se resumiu a destacar que “revisão proposta será suportada por dotação orçamentária específica e está em plena conformidade com o limite de despesas com pessoal, estabelecido pelo art. 169 da Constituição Federal”.

No próximo ano, a LOA (Lei Orçamentária Anual) apresenta pelo Executivo prevê orçamento de R$ 322,8 milhões para a Defensoria Pública. O texto segue agora para a CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) da Casa de Leis. Se aprovado segue para comissões e vai à votação do plenário.

CAMPO GRANDE NEWS

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Suzano compartilha em vídeo avanços nas obras da sua nova fábrica em Ribas do Rio Pardo (MS)
Alvo da PF, Alexandre Pires tem mansão de 16 milhões e 200 veículos na garagem
MS está entre os 3 estados com melhor ambiente para negócios, segundo ranking de liberdade econômica
7 de cada 10 alunos brasileiros de 15 anos não sabem resolver problemas matemáticos simples
 Copyright 2012 . Portal gua Clara