Água Clara/MS . 05 de Agosto de 2021

notícias : Saúde

21/07/2021 as 15h09 / Por (Correio do Estado)

Governo revoga decreto e autoriza retorno de cirurgias eletivas em Mato Grosso do Sul

Procedimentos estavam suspensos devido a pandemia de Covid-19

Imprimir
  • -
- Ocultar Galeria

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) anunciou a viabilidade do retorno das cirurgias eletivas pelos hospitais da rede pública estadual e da rede contratualizada, em Mato Grosso do Sul.

Decreto publicado nesta quarta-feira (21), no Diário Oficial do Estado (DOE), revoga o artigo que suspendia as cirurgias eletivas, determinado no dia 31 de março de 2021 em outro decreto que institui medidas restritivas voltadas ao enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus no Estado.

Cirurgias eletivas são aquelas que podem ser adiadas ou reagendadas sem acarretar prejuízos à saúde do paciente.

Em 19 de março de 2020 o Governo do Estado anunciou a suspensão das cirurgias eletivas, com vigência a partir de 23 de março do mesmo ano.

As cirurgias cardíacas, oncológicas e aquelas que, “mesmo se tratando de eletivas, possam causar danos permanentes ao paciente caso não sejam realizadas” continuaram.

Com a paralisação, o Estado determinou que toda essa estrutura seria direcionada “para o enfrentamento da emergência de saúde pública em razão da pandemia”.

Conforme o avanço da pandemia, com decréscimo de casos, alguns procedimentos voltaram a ser autorizados no fim do ano, mas foram novamente suspensos devido a um aumento de confirmações.

Em Campo Grande, os procedimentos estavam suspensos desde o dia 24 de março deste ano, em razão da ocupação dos leitos hospitalares para atendimento de pacientes com Covid-19.

Ficaram suspensos os procedimentos cirúrgicos eletivos ambulatoriais e hospitalares, e só estavam permitidos cirurgias na modalidade hospital dia (day clinic).

A suspensão não se aplicou às cirurgias eletivas essenciais, como em áreas de cardiologia, urologia, oftalmologia, oncologia, nefrologia, bem como outras cirurgias essenciais das diversas especialidades médicas.  

 Boletim epidemiológico
No boletim epidemiológico desta terça-feira (20), indicou 651 pessoas hospitalizadas, sendo 286 em leitos clínicos (198 público; 88 privado) e 365 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (277 público; 88 privado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 84%, Dourados em 52%, Três Lagoas 63% e Corumbá 52%.

O Estado contabiliza 8.725 óbitos e 348.893 casos confirmados desde o início da pandemia, sendo 261 confirmações e 32 mortes desta segunda-feira (19) para terça-feira (20).

 A média móvel de casos é de 665,6 e a de mortes 24,1. A taxa de letalidade está em 2,5 e a de contágio em 0,83.

Em um dia, Campo Grande registra 79 novos casos; Três Lagoas 30; Chapadão do Sul 11; Costa Rica 10; Ribas do Rio Pardo 9; Jardim 8; Naviraí 8; Camapuã 7; Porto Murtinho 7; São Gabriel do Oeste 7; Corumbá 6; entre outros municípios.

As cidades que apresentaram mortes nas últimas 24 horas são Campo Grande, Paranaíba, Coxim, Dourados, Jardim, Amambaí, Anastácio, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Corumbá, Costa Rica e Naviraí.

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Recordar é viver: prosa boa e muita moda nesse encontro de amigos em Água Clara
Fim do casamento: Barcelona anuncia saída de Messi
Secretaria de Saúde amplia vacinação para pessoas com 29 anos ou mais nesta quinta-feira
Motorista é sequestrado e socorrido de porta-malas de carro em chamas na BR-262
 Copyright 2012 . Portal gua Clara